domingo, 28 de novembro de 2021
Radar corporativo

Concessionárias lideram altas com renovação da Ecorodovias; Sabesp cai

Essas são as principais notícias corporativas do dia

03 maio 2021 - 10h42Por Investing.com
Campanha Black Friday 2021 - Warren

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Os papéis da Ecorodovias lideravam as altas da B3 (SA:B3SA3) desta segunda-feira (3) após a companhia fechar os novos termos para o contrato de concessão da Rodovia dos Imigrantes. A CCR (SA:CCRO3) subia no embalo, enquanto bancos sobem em bloco. A Sabesp (SA:SBSP3) recuava com a notícia de que pode entrar no consórcio para a disputa da Cedae, do Rio de Janeiro. Essas são as principais notícias corporativas do dia:

Ecorodovias (SA:ECOR3) - A Ecorodovias informa que, após tratativas com o Governo do Estado de São Paulo, foi publicado no Diário Oficial um Termo Aditivo e Modificativo (TAM) definindo novos termos para o contrato de concessão da Rodovia dos Imigrantes, que liga a capital ao litoral Sul do Estado. Os papéis subiam 6,07%, a R$ 12,76.

Petrobras (SA:PETR4) - A Petrobras confirmou neste domingo ser proprietária de um terreno ocupado por famílias vulneráveis com o apoio de sindicatos de petroleiros desde o sábado, 1º de maio, em Itaguaí, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Em nota, a empresa disse estar tomando medidas para a reintegração do local.

Petrobras II - A Petrobras concluiu nesta sexta-feira a venda de sua participação remanescente de 10% na Nova Transportadora do Sudeste (NTS) para a Nova Infraestrutura Gasodutos Participações, fundo gerido pela Brookfield e pela Itaúsa (SA:SA:ITSA4), que já são controladores da NTS, por R$ 1,5 bilhão. Os papéis preferenciais subiam 0,8%, a R$ 23,81.

Eletrobras (SA:ELET3) - O conselho de administração da Eletrobras elegeu nesta sexta-feira Rodrigo Limp como novo presidente da companhia, com posse prevista para 7 de maio, segundo comunicado da elétrica ao mercado. A ação PNB caía 0,14%, a R$ 36,93.

Eletrobras II - A Eletrobras informou nesta sexta-feira que arquivou neste dia 30 de abril o Formulário 12b-25 junto à Securities and Exchange Commission (SEC, comissão de valores mobiliários americana), notificando o adiamento do o arquivamento de seu formulário 20F-2020, inicialmente previsto para esta sexta.

Vale (SA:VALE3) - Diante de uma assembleia marcada por longas interrupções e muitos questionamentos de acionistas, a Vale decidiu suspender a eleição do Conselho de Administração na reunião desta sexta-feira. A escolha do novo board foi adiada para a segunda, dia 3 de maio. A principal divergência envolveu a contagem de votos destinados ao ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, apoiado por gestoras e fundos de investimento. Os papéis subiam 0,45%, a R$ 109,51.

Ânima - A Ânima (SA:ANIM3) afirmou nesta sexta-feira que acertou contratos para compra da empresa mantenedora das Faculdades Milton Campos, na região metropolitana de Belo Horizonte, por R$ 57,1 milhões. A ação subia 0,37%, a R$ 10,86.

PetroRio (SA:PRIO3) - O conselho da PetroRio, maior produtora independente de petróleo do Brasil, anunciou na noite de sexta-feira uma operação de desdobramento de ações de cinco para um, conforme comunicado enviado ao mercado. Os papéis subiam 1,1%, a R$ 92,59.

Banco do Brasil (SA:BBAS3) - O Banco do Brasil confirmou na noite de sexta-feira os novos nomes para compor o alto escalão do banco, incluindo a primeira mulher como vice-presidente. Ana Paula Teixeira de Sousa foi indicada ao cargo de vice-presidente de Controles Internos e Gestão de Riscos, enquanto João Carlos de Nóbrega Pecego assume a posição de vice-presidente de Negócios de Atacado. A ação subia 0,24%, a R$ 29,71.

Fleury (SA:FLRY3) - O Grupo Fleury anunciou que concluiu a aquisição de 80% das ações da Clínica de Olhos Dr. Moacir Cunha, do Instituto de Oftalmologia 9 de Julho e do Centro Avançado de Oftalmologia. As ações subiam 0,27%, a R$ 25,62.

Braskem (SA:BRKM5) - A Braskem informou na sexta-feira que as vendas de sua unidade no México recuaram 37% no primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado e recuaram 27% ante os três últimos meses de 2020 afetadas em parte pela tempestade congelante que atingiu o hemisfério norte no início do ano. Os papéis caíam 0,4%, a R$ 52,29.

Cosan (SA:CSAN3) - Acionistas da Cosan aprovaram em assembleia nesta sexta-feira o desdobramento das ações ordinárias de emissão da companhia, com cada ação passando a representar quarto, sem alteração no capital social, informou a empresa em fato relevante. A ação subia 0,62%, a R$ 90,62.

Sabesp - A companhia paulista de saneamento básico Sabesp informou no domingo que tem uma opção de integrar a sociedade de propósito específico dona da concessão do bloco 2 da Cedae, vencida pela Iguá em leilão na última sexta-feira. Os papéis caíam 2,62%, a R$ 41,66.

BB Seguridade - A BB Seguridade (SA:BBSE3), braço de seguros e previdência do Banco do Brasil (SA:BBAS3), anunciou nesta segunda-feira que teve lucro líquido de 977,06 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 10,7% ante mesma etapa de 2020, beneficiada pela maior rentabilidade de suas aplicações. A ação subia 1,34%, a R$ 22,63.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content