Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Mercado financeiro

Como as ações devem reagir à alta do Tesouro dos EUA, segundo a XP

11 março 2021 - 19h14Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - A recente escalada na taxa de juros do Tesouro americano de 10 anos, que subiu 34 pontos base no último mês, tem poder de impactar a economia e o mercado financeiro de diversas maneiras.

De acordo com a XP Investimentos, em relatório desta quinta-feira (11), a escalada, motivada pela possibilidade de elevação de juros e de redução de estímulos monetários à frente, exerce impacto imediato sobre as ações, sobretudo as de empresas focadas em rápido crescimento de receitas e que possuem múltiplo elevado.

Esse fator, na visão da corretora, está por trás da forte queda de ações de tecnologia no último mês, como Nio (NYSE:NIO), que caiu 38%, Amazon (NASDAQ:AMZN) (SA:AMZO34) (-8%), Tesla (NASDAQ:TSLA) (SA:TSLA34) (-30%) e Apple (NASDAQ:AAPL) (SA:AAPL34) (-12%), na direção contrária do S&P 500, que subiu 2,8%. O movimento, na análise da XP, deve continuar no curto e no médio prazo.

Em contraste, a corretora acredita que a alta nos rendimentos pode impulsionar as ações de setores cíclicos, com múltiplos menores e duration mais curta, como o financeiro, o industrial e de o materiais. 

“Desse modo, o cenário observado no último mês intensifica o movimento de rotação a setores cíclicos e de valor, sensíveis à reabertura e retomada das atividades econômicas, que vêm ganhando força desde o segundo semestre de 2020, com o avanço da vacinação contra a Covid-19 globalmente”, resume a XP.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: