Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendação

BTG escolhe Bradesco como top pick após 4T; XP, Brasil Plural reforçam Compra

04 fevereiro 2021 - 14h58Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com – O BTG Pactual (SA:BPAC11) escolheu os papéis preferenciais do Bradesco (SA:BBDC4) como os novos preferidos dentro do setor financeiro, enquanto a Brasil Plural (SA:BPFF11) reiterou a mesma posição e a XP Investimentos reforçou a recomendação de Compra para a ação após os fortes resultados do banco no quarto trimestre.

A redução de custos administrativos, o crescimento da receita de serviços e o portfólio mais rentável, voltado ao varejo, levaram a companhia a reportar o maior lucro trimestral da história no final de 2020, com o retorno sobre o patrimônio, ou ROE, voltando aos níveis pré-pandemia, escreveram os analistas em relatórios separados desta quinta-feira (4).

Ontem, após o fechamento do mercado, o segundo maior banco privado do Brasil divulgou lucro de R$ 6,8 bilhões para o quarto trimestre, uma alta de 23% na base sequencial e de 2% na anual, implicando ROE de 20%.

Para o BTG Pactual, o grande destaque do trimestre foi o corte das despesas operacionais, com o fechamento de 400 agências no trimestre, totalizando 1.083 em 2020. Segundo os analistas, que escolheram o banco como o novo preferido dentro do setor, esse encolhimento da estrutura física pode ser ainda melhor em 2021 em relação aos pares.

A visão foi corroborada pela XP Investimentos, que também destaca a redução maior que o previsto para os custos da companhia para R$ 10,5 bilhões, contra R$ 10,7 bilhões estimados, uma queda de 7% no trimestre.

Para a corretora, as receitas de serviços também tiveram um bom resultado, crescendo 7% no trimestre para R$ 8,7 bilhões, impulsionadas pela retomada da atividade econômica. Também escrevem sobre a receita com cartões, que expandiu 18% no trimestre e 3% no período, para R$ 3 bilhões.

Os seguros, no entanto, se comportaram mal, escrevem os analistas, com contração de 27% no trimestre, para R$ 2,3 bilhões. A Brasil Plural, em outro relatório, explica que a contração foi resultado de um maior custo com coberturas médicas por conta da Covid-19, além de uma provisão técnica extra por parte do Bradesco de R$ 632 milhões.

Margem financeira

A XP também destaca a margem financeira, que se expandiu com a melhora do spread por meio de um portfólio mais rentável e voltado para o varejo com pessoas físicas e pequenas e médias empresas, que expandiram de R$ 16 bilhões para R$ 257 bilhões e de R$ 10 bilhões para R$ 126 bilhões, respectivamente.

A Brasil Plural aponta ainda o aumento do portfólio de empréstimos para R$ 697 bilhões, um crescimento de 10,3% na base anual, com o segmento pessoal subindo 11,7% no mesmo período.

Os analistas da XP reiteraram a recomendação de Compra para o papel, com preço-alvo de R$ 27, enquanto a Brasil Plural manteve o papel como o favorito do setor após os resultados, com recomendação de Overweight, o equivalente a Compra, e preço-alvo de R$ 33.

Perto das 14h58, os papéis do Bradesco subiam 2,85%, a R$ 25,97.

Empiricus: Analista Criminal revela como adquirir imóveis por uma fração do valor

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: