Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Radar corporativo

Bancos lideram altas do Ibovespa pós-Copom; construtoras caem com receio por financiamentos

Essas são as principais notícias corporativas do dia

17 junho 2021 - 10h42Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - As ações dos bancos brasileiros lideravam as altas do Ibovespa desta quinta-feira (17) após a decisão do Banco Central de elevar a taxa Selic para 4,25% e deixar a porta aberta para mais uma alta na reunião de agosto.

Na ponta negativa, as ações das construtoras caíam pelo mesmo motivo, com receios de que maiores juros levem a uma procura menor por financiamentos imobiliários.

Essas são as principais notícias corporativas do dia:

Petrobras (SA:PETR4) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, com restrições, a venda da fatia da Petrobras na GNL Gemini Gás Local para a sua sócia na empresa, a White Martins. A venda foi anunciada em setembro de 2020 e não teve o valor revelado. As ações preferenciais subiam 0,38%, a R$ 29,14.

CSN (SA:CSNA3) - O Conselho de Administração da CSN aprovou, por unanimidade, a eleição de Milton Picinini Filho para o cargo de Diretor Executivo, responsável pela área de produção do segmento de siderurgia, e de Stephan Heinz Josef Victor Weber, para o cargo de Diretor Executivo, responsável pela área de Investimentos. As ações caíam 4,72%, a R$ 42,40.

Vale (SA:VALE3) - Com relação ao termo de interdição lavrado pela Superintendência Regional do Trabalho (SRT), Vale informa que continuam suspensos o acesso de trabalhadores e a circulação de veículos na zona da inundação da barragem Xingu, incluindo da Mina Alegria. As ações subiam 0,77%, a R$ 108,15.

Eletrobras (SA:ELET3) - O relator da Medida Provisória da Eletrobras, Marcos Rogério (DEM-RO), acolheu emenda que libera a migração de consumidores para o mercado livre a partir de 1º de julho de 2026. Hoje, apenas grandes consumidores podem fazer essa escolha, enquanto os residenciais, tecnicamente chamados de cativos, são obrigatoriamente atendidos pelas distribuidoras. Os papéis ordinários caíam 0,78%, a R$ 44,98.

JBS (SA:JBSS3) - O governo de Santa Catarina acelerou a liberação de licenças ambientais para garantir um investimento de r$ 442 milhões pela JBS, para modernização e ampliação de uma unidade de sua controlada Seara Alimentos e de uma planta de biodiesel, afirmou a secretaria estadual de Agricultura em nota nesta quarta-feira. As ações subiam 0,03%, a R$ 28,72.

Linx (SA:LINX3) - A aprovação sem restrições da compra da desenvolvedora de programas para o varejo Linx pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abre as portas para a instituição de pagamentos Stone (NASDAQ:STNE) aumentar o seu espectro de clientes. Os papéis subiam 0,05%, a R$ 37,58.

- Com Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: