Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Bolsa de valores

Bancos disparam com Copom, vacina; investidores miram barganhas

10 dezembro 2020 - 18h43Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlagn, da Ivesting.com - As ações do setor bancário brasileiro fecharam em fortes altas nesta quinta-feira (10), seguindo a sinalização suave do Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, de que pode abrir as portas para o ciclo de alta de juros no ano que vem, além de um maior otimismo geral no mercado com a chegada das vacinas e da retomada econômica em 2021.

O IFNC, o índice financeiro da B3 (SA:B3SA3), fechou em alta de 3,22%, liderado pelas ações ordinárias do Banco do Brasil (SA:BBAS3), com alta de 5,01%, a R$ 37,76, seguido pelas ações ON e PN do Bradesco (SA:BBDC4), com altas de 4,36% e 4,81%, respectivamente, a R$ 23,72 e R$ 26,79.

As ações preferenciais do Itaú (SA:ITUB4) subiram 3,31%, a R$ 31,55, enquanto o Santander Brasil (SA:SANB11) unit fechou com avaço de 2,33%, a R$ 43,95. O índice Ibovespa fechou em alta de 1,88%, a 115.129 pontos, a maior alta desde 19 de fevereiro.

O Copom manteve nesta quarta-feira (9) a taxa básica de juros em 2% ao ano, em decisão unânime que confirmou a expectativa do mercado de manutenção do atual patamar da taxa, que segue na mínima histórica.

O comunicado que acompanha a decisão retirou o trecho “o espaço remanescente para utilização da política monetária, se houver, deve ser pequeno", fechando a porta para uma eventual queda, pequena e marginal, da taxa Selic nas próximas reuniões.

Também ajudou a aprovação pela Diretoria Colegiada da Anvisa das regras para a autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental, de vacinas contra a Covid-19.

Para Leo Monteiro, analista da Ativa Investimentos, além da expectativa com os imunizantes e da interpretação do comunicado do Copom, as ações dos bancos estão descontadas e podem ser vistas como barganhas por alguns investidores. “Mercado olhou com mais otimismo e comprou o que estava mais barato. Banco do Brasil não estava andando direito, foi o que mais subiu hoje. Santander teve altas fortes no último mês, hoje foi um dos que menos subiu. É uma questão de ajuste dentro do setor”, disse.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: