Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
EUA

Ata do Fed: Banco Central dos EUA apoia política monetária, considera "inflação transitória"

O Fomc manteve sua taxa de juros referencial estável em uma faixa de 0% a 0,25%

19 maio 2021 - 16h10Por Investing.com

Por Yasin Ebrahim, da Investing.com - Autoridades do Federal Reserve apoiaram a atual postura acomodatícia da política monetária quando se reuniram no mês passado, apontando para uma recuperação desigual e as expectativas de que a recuperação da inflação seja transitória, segundo informa a ata da reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de 27 e 28 de abril divulgada nesta quarta-feira.

"Os participantes também observaram que o aumento esperado na demanda com maior reabertura da economia, junto com alguns gargalos transitórios na cadeia de abastecimento, contribuiria para que o índice PCE fique temporariamente um pouco acima de 2 por cento. Após os efeitos transitórios desses fatores enfraquecerem, os dirigentes esperavam, em linhas gerais, arrefecimento da inflação", mostrava a ata.

Na conclusão da reunião de 28 de abril, o Fomc manteve sua taxa de juros referencial estável em uma faixa de 0% a 0,25% e a manutenção das compras de títulos mensais de US$ 120 bilhões.

O Fed minimizou amplamente as chamadas para pelo menos começar a pensar em reduzir suas compras mensais de títulos, reiterando que a política monetária provavelmente permaneça no curso atual até que haja "progresso sustentado" em direção ao seu duplo objetivo, o nível máximo de emprego e controle da inflação.

“Os membros do Comitê concordaram que seria apropriado para o Federal Reserve continuar a aumentar suas participações em títulos do Tesouro em pelo menos US$ 80 bilhões por mês e títulos lastreados em hipotecas de agências em pelo menos US$ 40 bilhões por mês até um progresso substancial de acordo com as metas de emprego máximo e estabilidade de preços do Comitê ", segundo a ata.

O banco central delineou um teste de três partes que deve ser cumprido até que se considere o controle da política monetária, que inclui emprego máximo, inflação atingindo 2% e no caminho para funcionar moderadamente acima de 2% por algum tempo.

A decisão do Fed de persistir com uma política monetária acomodatícia foi fortalecida recentemente, depois que o relatório de empregos de abril ficou bem aquém das expectativas.

"Ainda faltam mais de oito milhões de empregos para onde estávamos há 14 meses, então ainda há um buraco profundo no mercado de trabalho", disse o vice-presidente do Federal Reserve, Richard Clarida, no início desta semana. Os dados de empregos mostram que "não fizemos progressos substanciais", acrescentou.

Os relatórios de inflação em alta nas últimas semanas aumentaram a preocupação de que o Fed poderia estar atrás da curva e ser forçado a apertar agressivamente a política caso sua aposta de que a inflação é transitória se prove infundada.

Mas alguns investidores em Wall Street concordam com a opinião do Fed sobre a inflação.

A inflação do segmento de serviços e as interrupções na cadeia de suprimentos são duas fontes de inflação este ano, mas o ritmo geral da inflação deve ser "modesto", disseram analistas do Wells Fargo.

A inflação do segmento de serviços está subindo de uma mínima de 10 anos com a reabertura da economia e, embora os gargalos na cadeia de suprimentos possam pressionar os custos de insumos para bens "nos próximos 6 a 12 meses [...] já estamos vendo os gargalos de fornecimento diminuindo", continuaram os analistas.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: