terça, 28 de maio de 2024
SpaceMercado

Natura (NTCO3), Assaí (ASAI3) e 3R (RRRP3) caem fortemente, com peso de Petrobras (PETR4) sobre Ibov

Hypera (HYPE3), Tim (TIMS3) e Qualicorp (QUAL3) destacam-se positivamente na ponta oposta

05 abril 2023 - 11h54Por Lucas de Andrade

Às 11:31 desta quarta-feira (5), o Ibovespa caía 1,65%, aos 100.189 pontos, com peso dos papéis de Petrobras (PETR3)(PETR4). Natura (NTCO3)(-6,94%), Assaí (ASAI3)(-6,27%) e 3R Petroleum (RRRP3)(-5,75%) lideravam as quedas do índice.

Hypera (HYPE3)(+2,40%), Tim (TIMS3)(+1,72%) e Qualicorp (QUAL3)(+1,39%) destacavam-se positivamente na ponta oposta.

 

SpaceMercado

Veja aqui as principais notícias das grandes empresas brasileiras, entre avisos aos acionistas, comunicados ao mercado, fatos relevantes e mais informações da imprensa especializada:

 

Assaí (ASAI3) - Os executivos do Assaí (ASAI3) afirmaram, em teleconferência, que os investimentos estão sendo revisados e que o montante pode ser reduzido, citando até a possibilidade de venda de ativos, como lojas próprias. 

Segundo informações do jornal Valor Econômico, o movimento sucede o aumento do custo de capital com a escalada da taxa básica de juros, a Selic. 

O mercado já chegou a especular a hipótese da companhia de atacarejo fazer uma oferra primária de ações, mas o presidente do Assaí, Belmiro Gomes, negou a possibilidade.

Ele afirmou que a companhia tem outros caminhos para obter recursos.

 

Cielo (CIEL3) - Gustavo Henrique Santos de Souza, na qualidade de diretor de Relação com Investidores (RI), e Paulo Rogério Caffarelli, na qualidade de diretor-presidente da Cielo (CIEL3), apresentaram proposta de termo de compromisso para encerramento de um processo administrativo.

A Procuradoria Federal Especializada junto à autarquia (PFE-CVM) concluiu não existir impedimento jurídico para realizar o acordo.

Após negociações com o Comitê de Termo de Compromisso (CTC), os proponentes se comprometeram a pagar ao órgão R$ 960.000,00 - R$ 480.000,00 o valor a ser pago por cada um.

Nesse sentido, o CTC entendeu ser oportuna e conveniente a aceitação do acordo.

 

CSN (CSNA3) - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu o julgamento de um processo que envolve David Moise Salama, na qualidade de diretor de relações com investidores (RI) da CSN (CSNA3), no período de 30 de maio de 2016 a 26 de março de 2018.

No processo administrativo instaurado pela Superintendência de Relações com Empresas (SEP) da autarquia, o executivo era investigado por suposto descumprimento a disposto em artigos em leis e em uma instrução do órgão.

A Companhia operava a Usina Presidente Vargas (UPV), localizada em Volta Redonda, estado do Rio de Janeiro. Para exercer essa atividade, a regulamentação ambiental aplicável exigia que a companhia:

  • - tivesse autorização ambiental de funcionamento (AAF), expedida pela Comissão Estadual de Controle Ambiental (CECA) ; e
  • - celebrasse termo de ajustamento de conduta (TAC) com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA).

Com a irregularidade dos pontos apontada durante o processo, o diretor e relator do caso, Alexandre Rangel, votou pela condenação do executivo ao pagamento de uma multa de R$ 345.000,00, pela acusação formulada.

Em seguida, a sessão foi suspensa após pedido de vista realizado pelo diretor João Accioly.

 

Embraer (EMBR3) - A Embraer e a CAE Training Services (ECTS) inauguraram um novo simulador de voo completo para o Phenom 300E, em Las Vegas. 

O simulador vai ser operado pela ECTS no novo Centro de Treinamento da CAE, localizado próximo ao Aeroporto Internacional de Henderson. 

Há outros seis simuladores da série Phenom em operação pelo mundo, em Dallas (EUA), Londres (Reino Unido), e Guarulhos (Brasil). 

“Disponibilizar capacidade adicional para treinamento é parte importante da nossa estratégia de oferecer os melhores serviços ao mercado. O novo simulador da série Phenom é um marco em nosso relacionamento de longo prazo com a CAE. Estamos muito satisfeitos por ser parte do novo Centro de Treinamento em Las Vegas”, afirmou Johann Bordais, presidente e CEO da Embraer Serviços e Suporte. 

 

Enauta (ENAT3) - A Enauta (ENAT3) informou nesta quarta-feira (5) que, no primeiro trimestre de 2023, a produção média diária foi de 15,4 mil barris de óleo equivalente (boe). 

O resultado representa uma queda de 12,5% na comparação com o mesmo período de 2022.   

A produção total no trimestre foi de 1,383 milhão de barris de óleo equivalente. No primeiro trimestre de 2022, o valor total de boe foi de 1,589 milhões.

Em março a produção média diária foi de 14,6 mil boe, enquanto a produção total do mês foi de 452,7 mil. 

 

Fleury (FLRY3) - Fleury (FLRY3) concluiu a operação de aquisição da Retina Clinic, por meio de sua subsidiária integral Fleury Centro de Procedimentos Médicos Avançados. 

O renomado centro de serviços clínicos e atividade médica ambulatorial especializado em consultas e exames no setor de retina e tratamentos em patologia no segmento posterior do olho atingiu R$ 23,4 milhões em receitas brutas no ano retrasado. 

A Retina Clinic atua em parceria com a Clínica de Olhos Moacir Cunha. 

A aquisição foi aprovada pelo conselho de administração da companhia e os valores acordados para a operação, da ordem de R$ 21,0 milhões, não sofreram alteração.

 

GPA (PCAR3) - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e a B3 (B3SA3) deferiram o pedido de registro do Éxito como companhia aberta categoria “A” e o pedido para listagem do Éxito e a admissão à negociação dos Brazilian Depositary Receipts Nível II (BDRs) de sua emissão perante a Bolsa, respectivamente, informou o Grupo Pão de Açúcar (GPA) (PCAR3) na última terça-feira (4).

De acordo com a companhia, a efetiva implementação da transação depende, ainda, da obtenção do registro do programa de American Depositary Receipts (ADRs) Nível II do Éxito na Securities and Exchange Commission (SEC) e das autorizações dos órgãos reguladores colombianos para efetiva transferência dos ADRs e BDRs de Éxito aos acionistas do grupo.

A companhia projeta que essas etapas sejam concluídas no segundo semestre deste ano.

A varejista relembrou, em comunicado, que as ações e ADRs de emissão do GPA continuarão a ser negociados, com direito ao recebimento dos BDRs e ADRs de Éxito, conforme o caso, até a data de corte, que, uma vez determinada, vai ser informada ao mercado.

A segregação de negócios possui um potencial de destravamento de valor a ser capturado de “forma isonômica” por todos os acionistas do Grupo Pão de Açúcar, declarou a companhia, em comunicado. 

 

Hidrovias do Brasil (HBSA3) - A Hidrovias do Brasil (HBSA3) passou a integrar o MoveInfra, movimento que promove a infraestrutura sustentável no Brasil. 

Com parceria, a companhia de logística hidroviária pretende avançar na operação de forma inovadora e sustentável. 

Fazem parte do grupo empresas como a CCR (CCRO3), EcoRodovias (ECOR3), Rumo (RAIL3), Santos Brasil (STBP3) e Ultracargo, do Grupo Ultrapar (UGPA3).

Para a Hidrovias do Brasil, uma maior integração dos diversos modais logísticos é o caminho para gerar maior competitividade logística para o Brasil e para a América Latina. 

Natália Marcassa, CEO do MoveInfra, afirmou que a participação da Hidrovias do Brasil no debate sobre infraestrutura é importante para o fortalecimento das políticas de desenvolvimento do setor.

Além de beneficiar o aperfeiçoamento de medidas que permitam um ambiente de negócios seguro e transparente.

 

Light (LIGT3) - Lavinia Rocha de Hollanda renunciou ao cargo de conselheira de administração da Light (LIGT3) e da sua controlada Light Serviços de Eletricidade, com efeito imediato.

 

Lupatech (LUPA3) - Nesta quarta-feira (5), a Lupatech (LUPA3) comunicou aos seus acionistas, investidores e ao mercado em geral que o seu conselho de administração decidiu pelo cancelamento do aumento de capital. O colegiado havia deliberado a operação em fevereiro.

Não foi atingido o montante mínimo da emissão. 

Os valores pagos pelos acionistas para subscrição das ações da emissão em questão serão integralmente devolvidos pela companhia sem correção monetária em dois dias úteis, respeitados ainda os prazos do escriturador e da B3.

Cabe à companhia devolver os valores diretamente ao escriturador, já a B3 e as corretoras de acionistas que participaram da subscrição cuidam do operacional das devoluções. 

 

Multi (MLAS3) - A Fitch rebaixou o rating nacional de longo prazo da Multi (MLAS3), antiga Multilaser, de AA-(bra), com perspectiva estável, para A+(bra), com perspectiva negativa. 

A classificação se baseia em um fraco ambiente macroeconômico e de consumo esperado para 2023, combinado ao elevado volume de estoque na indústria varejista.

 

Natura (NTCO3) - Guilherme Castellan, CFO da Natura (NTCO3), afirmou durante uma webconferência realizada na última terça-feira (4) que a companhia não pretende se desfazer de nenhum outro ativo.

Para o executivo, os planos estratégicos são rejuvenescer a marca The Body Shop (TBS) nos países onde se faz presente, além de reforçar a integração com a Avon. Nela, “a equipe da administração está centrada em estabilizar a linha de frente do negócio principal e implementar economia de custo”.

Ele esclareceu aos investidores que já trabalham com a Avon Internacional, “com os principais mercados onde há crescimento de fato”, com foco central no segmento de cosméticos, já que as margens são mais fortes.

 

Orizon (ORVR3) - A Orizon (ORVR3) confirmou a assinatura de contrato para fornecimento de gás em Pernambuco, por meio da controlada Orizon Meio Ambiente S/A (OMA), e diz respeito à compra e venda de gás natural renovável junto a Companhia Pernambucana de Gás, a Copergás.

O contrato foi celebrado na modalidade firme flexível para fornecimento de gás natural renovável, derivado do biogás gerado no Ecoparque de Jaboatão dos Guararapes, com início de fornecimento previsto para o último quadrimestre de 2024 e vigente até 2034, em moeda local, indexado à inflação brasileira e quantidade contratual de sessenta mil metros cúbicos por dia.

 

Pague Menos (PGMN3) - A Pague Menos (PGMN3) informou que o seu conselho de administração homologou um aumento de capital de forma parcial.

No âmbito da operação, foram subscritas 20.049.023 novas ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, ao preço de subscrição total de R$ 3,68.

O capital social integralizado da companhia saltou de R$ 1.241.689,677, divididos em 443.781.062 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal, para R$ 1.315.470.081,64, divididos em 463.830.085 ações ordinárias, nominativas, escriturais e sem valor nominal.

De acordo com a empresa, as novas ações emitidas nesta transação serão idênticas aos papéis já existentes. Ambos farão jus ao recebimento integral de dividendos ou juros sobre o capital próprio (JCP).

Farão jus ainda a quaisquer outros direitos eventualmente declarados, a partir da homologação do aumento de capital, em igualdade de condições.

Oportunamente, uma assembleia-geral vai ser convocada para deliberar sobre a alteração em Estatuto Social, para contemplar o novo valor do capital social integralizado e a quantidade de ações emitidas para viabilizar esta operação.

 

Petrobras (PETR3)(PETR4) - À GloboNews, o ministro de Minas e Energia (MME), Alexandre Silveira (PSD-MG), afirmou que vai haver mudança na política de preços dos combustíveis praticada pela estatal.

Silveira classificou as atuais diretrizes como um “absurdo” e adiantou que a estatal vai passar a considerar o mercado nacional, o que deve provocar uma redução entre R$ 0,22 e R$ 0,25 no preço do diesel.

 

Sanepar (SAPR11) - A agência de risco Moody’s estabeleceu rating ‘AAA.br’ à proposta de 1ª e 2ª séries da 13ª emissão de debêntures simples a serem emitidas pela Sanepar (SAPR4, SAPR11). 

A Sanepar propôs uma emissão simples, não conversível em ações, e sem garantia real. O valor total da operação será de R$ 400 milhões, com vencimentos em 2028 e 2030. Esses recursos seriam destinados a complementar o plano de investimento da companhia. 

 

Weg (WEGE3) - A Weg (WEGE3) e a filial brasileira da chinesa GWM anunciaram que vão criar pontos de recarga rápida e fornecer carregadores com desconto.

Dentro da parceria, a GWM vai oferecer aos seus clientes um carregador de parede (WEMOB modelo Wall) da WEG com 7,4 kW de potência, de corrente alternada (AC), a ser vendido em qualquer concessionária da marca.

Com uma garantia exclusiva de três anos, esse equipamento permite a recarga da bateria de 34 kWh do Haval H6 plug-in (Premium PHEV ou GT PHEV) de 0 a 100% em cerca de 5 horas e 20 minutos.

 

SpaceProventos

Aliansce (ALSO3) - A Aliansce (ALSO3) encaminhou para aprovação em assembleia-geral ordinária (AGO), a ser realizada no dia 28 de abril, uma proposta de distribuição de dividendos no valor de R$ 292.894.319,04 - o correspondente a 25% do AFFO (fluxo de caixa proveniente das operações ajustado) gerado na consolidação dos resultados da fusão entre a operadora e Br Malls.

O percentual supera a distribuição mínima obrigatória de 25% do lucro líquido do exercício de Aliansce. 

Referente ao exercício que se encerra em 31 de dezembro de 2023, a companhia pretende submeter para votação em assembleia-geral ordinária (AGO), a ser realizada em abril do próximo ano, a proposta de distribuição de dividendos no montante total correspondente a 50% do AFFO gerado neste ano. 

“A estimativa corrobora a sólida capacidade de geração de caixa da Aliansce Sonae e representa um marco referente à orientação estratégica da companhia direcionada a maior distribuição de caixa aos acionistas”, afirmou.

A Aliansce afirmou ainda que essa projeção não impede que mantenha “diligente” avaliação sobre oportunidades de transações e alternativas de investimentos que gerem valor para seus acionistas.

 

B3 (B3SA3) - A B3 (B3SA3) ajustou o valor por ação dos juros sobre o capital próprio (JCP) aprovados por seu conselho de administração no último dia 23 de março, de R$ 0,05994865 para R$ 0,06022960 por ação em termos brutos.

O valor líquido foi ajustado de R$ 0,05095635 para R$ 0,05119516.

Pagamentos serão efetuados na próxima segunda-feira, 10 de abril, e farão jus aos créditos investidores posicionados em base acionária no dia 28 de março.

 

Iochpe-Maxion (MYPK3) - A Iochpe-Maxion (MYPK3) vai pagar R$ 45.524.059,70 em dividendos, o correspondente a R$ 0,3012802 por ação. 

Farão jus aos créditos investidores posicionados em base acionária ao fim da sessão de 23 de março. Com isso, as ações passaram a ser negociadas ex-direitos no pregão seguinte, de 24 de março.

Pagamentos serão efetuados em 5 de abril.

 

Kepler Weber (KEPL3) - No dia 21 de março, a Kepler Weber (KEPL3) informou que realizaria o pagamento de R$ 77,69 milhões em dividendos nesta quarta-feira, 5 de abril.

Acionistas que detinham ações até a data de 21 de março irão receber R$ 0,87 centavos por ação ordinária. 

 

Movida (MOVI3) - Em 20 de dezembro de 2022, a Movida (MOVI3) informou que realizaria a distribuição de R$ 54,9 milhões em juros sobre o capital próprio (JCP). O montante equivale a R$ 0,151804654 por ação ordinária.

Pagamentos serão efetuados nesta quarta-feira, 5 de abril.

Farão jus aos créditos investidores posicionados em base acionária ao fim da sessão do dia 26 de dezembro.