Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Radar corporativo

Ações da Eletrobras e de frigoríficos sobem; CSN cai após novo aumento de preços

Essas são as principais notícias corporativas do dia

19 maio 2021 - 10h44Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - As ações dos frigoríficos brasileiros subiam nesta quarta-feira (19), recuperando parte das quedas de ontem após a proibição da Argentina para exportação de carne bovina.

A Eletrobras (SA:ELET3) vinha em seguida, à espera da possível votação da MP da privatização na Câmara, mais tarde. Na ponta oposta, a CSN liderava as quedas do Ibovespa após anunciar novo aumento de preços. Essas são as principais notícias corporativas do dia:

CSN - A Companhia Siderúrgica Nacional (SA:CSNA3) (CSN) informou aos seus clientes que aumentará os preços em até 15% nos próximos dois meses em toda a linha. Serão 7,5% em junho e mais 7,5% em julho. Os papéis recuavam 2,29%, a R$ 48,18.

Rede D’Or - A Rede D'Or (SA:RDOR3) confirmou que analisa a realização de uma oferta publica de distribuição primária e secundária. O anúncio foi feito após o jornal Valor Econômico apontar que a companhia prepara um follow on de R$ 5 bilhões, com boa parte da oferta sendo secundária, com venda de papéis do Carlyle e parte de ações da família Moll. A ação caía 3,2%, a R$ 69,60.

PlantPlus - A PlantPlus Foods, joint venture formada pela Marfrig e ADM para carnes "plant-based", iniciará as operações no mercado brasileiro a partir deste mês, com uma linha de alimentos cuja composição é 100% vegetal, afirmou a companhia em nota nesta terça-feira. A ação caía 1,48%, a R$ 18.

Positivo Tecnologia - O Conselho de Administração da Positivo Tecnologia (SA:POSI3) aprovou a eleição de Rodrigo Guercio para o cargo de vice-presidente corporativo, com a responsabilidade de estruturar uma nova área da empresa. As ações caíam 1,38%, a R$ 11,46.

Pague Menos (SA:PGMN3) - A rede de farmácias Pague Menos acertou a compra da Extrafarma, do conglomerado Ultrapar (SA:UGPA3), pelo valor total de R$ 700 milhões, incluindo a dívida da empresa. O papel subia 5,1%, a R$ 12,37.

PetroRecôncavo - A PetroRecôncavo registrou prejuízo líquido de R$ 12,8 milhões no primeiro trimestre, menor que o prejuízo de R$ 136 milhões no mesmo período do ano anterior. Os papéis caíam 1,95%, a R$ 15,61.

- Com Reuters, Estadão Conteúdo e Agência Brasil.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: