quinta, 19 de maio de 2022
Ações

Ação da American Express avança com perspectiva do Goldman de ganhos com gastos de consumo

O Goldman Sachs elevou a ação para Compra com um preço-alvo de US$ 225

06 julho 2021 - 18h05Por Investing.com

Por Dhirendra Tripathi, do Investing.com – A American Express (NYSE:AXP) (SA:AXPB34) fechou em alta de 0,64% na terça-feira, quando o Goldman Sachs elevou a ação para Compra com um preço-alvo de US$ 225, argumentando que a empresa de cartões de crédito "está posicionada para ultrapassar suas expectativas originais de 2020 até 2022".

A emissora de cartão de crédito falava em janeiro sobre "retornar às expectativas originais de LPA (US$ 8,85 - US$ 9,25) que tínhamos para 2020 em 2022".

De acordo com Nash, a melhoria nos gastos das PME e o crédito benigno devem impulsionar um potencial de alta para essas expectativas.

"Na verdade, acreditamos que a American Express tem o potencial de ver em torno de US$ 10,00 em LPA em 2022 e crescimento de dois dígitos na sequência, com a recuperação de vários anos em viagens e entretenimento, bem como o crescimento robusto em bens e serviços, compensam o "terreno perdido" em 2020", escreveu o analista.

A American Express normalmente depende em grande medida dos gastos de viagens de negócios e hospitalidade, ambos afetados pela pandemia, mas que agora apresentam uma retomada.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content