segunda, 27 de maio de 2024
Economia

IBGE: serviços recuam 0,6% em outubro, terceiro resultado negativo consecutivo

Perdas eliminaram o ganho observado entre maio e julho

13 dezembro 2023 - 09h04Por Lucas de Andrade

Em outubro, o volume de serviços prestados no país recuou 0,6% frente a setembro. Esse foi o terceiro resultado negativo consecutivo do indicador, que acumulou uma perda de 2,30%, e eliminou, portanto, o ganho observado entre maio e julho (2,30%).

Duas das cinco atividades pesquisadas ficaram no campo negativo:

  • - transportes (-2,00%), setor com maior impacto sobre o resultado geral do índice; e
  • - serviços prestados às famílias (-2,10%). 

 

Dessa forma, o setor de serviços se encontra 10,20% acima do nível de fevereiro de 2020 (pré-pandemia de COVID-19) e 3,20% abaixo de dezembro de 2022 (ponto mais alto da série histórica).

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quarta-feira, 13 de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O recuo de 2,0% em transportes manteve um ritmo de queda no setor, que acumula uma perda de 4,30% no período agosto-outubro. O volume de transporte de cargas apontou retração de 2,30%, enquanto o de passageiros registrou alta de 0,70% na comparação com o mês anterior.

"Essa queda nos transportes, que atinge o terceiro mês consecutivo, foi muito influenciada pela queda no transporte de cargas, principalmente no transporte rodoviário de cargas. Isso está ligado à expectativa menor da próxima safra, o que faz com que o transporte de insumos e a preparação da próxima safra seja menor, assim como o fim das colheitas recordes A produção industrial também demonstra menor dinamismo, com uma queda nos bens de consumo e bens de capital, que impactam também no setor de transporte de cargas", explica o analista da pesquisa, Luiz Almeida.

Leia mais detalhes aqui.