domingo, 26 de maio de 2024
Economia

DÓLAR HOJE - Discursos de dirigentes do FOMC e decisão de juros na Europa

Confira os principais fatores que catalisam as movimentações da moeda norte-americana nesta quinta-feira (11)

11 abril 2024 - 17h02Por Redação SpaceMoney

Nesta quinta-feira (11), o mercado de câmbio monitora os discursos dos dirigentes do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês) do Federal Reserve (Fed, o Banco Central norte-americano), responsável pela política monetária norte-americana: John Williams (9:45) e Tom Barkin (11:00).

As falas devem dar o tom para as cotações do dólar no dia.

Investidores aguardam novos indicativos para o ciclo dos juros nos Estados Unidos, já que a ata do FOMC de ontem fez com que o mercado financeiro agora precifique que o início do corte comece somente em setembro e que provavelmente vai haver apenas uma redução, de 0,25% neste ano.

As autoridades do BC norte-americano estão preocupadas com a chance do progresso da inflação ter estagnado e haver necessidade de um período mais longo de política monetária restritiva para controlar a inflação.

 

Nesta quinta-feira (11), o dólar encerrou o dia em alta de 0,25%, cotado a R$ 5,090.

 

ATUALIZAÇÕES:

  • - 15:19: Dólar comercial (compra): +0,03%, cotado a R$ 5,079.
  • - 10:07: Dólar comercial (compra): -0,16%, cotado a R$ 5,069.


 

 

Na agenda econômica desta quinta-feira (11), no Brasil, estão:

  • -    9:00 - o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informa a pesquisa mensal de comércio;
  • -  14:30 - o Banco Central (BC) apresenta o índice commodities Brasil de março e o fluxo cambial da semana.

 

No exterior...

EUA

Na agenda econômica dos Estados Unidos da América (EUA) nesta quinta-feira (11), estão:

  • -   9:30 - volume de pedidos de auxílio-desemprego da semana;
  • -   9:30 - índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) de março.

 

  • Em março, o índice de preços ao produtor nos EUA aumentou 0,2% em relação ao mês anterior, abaixo da estimativa de 0,3%. Em comparação com o ano anterior, o aumento foi de 2,1%, levemente abaixo da expectativa de 2,2%.

 

  • Os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA foram de 211.000 na semana encerrada em 6 de abril, abaixo da estimativa de 215.000.

 

Zona do Euro

Agenda:

  • -  9:15 - decisão sobre a política monetária (juros).

No mês de abril, o Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas de depósito, refinanciamento e marginal de empréstimo inalteradas, todas em 4%, 4,5% e 4,75%, respectivamente.

 

Ásia

China

CPI - A inflação ao consumidor (CPI) da China desacelerou de 0,70% em fevereiro para 0,10% na comparação anual de março, abaixo da previsão de 0,40%.

PPI - Os preços ao produtor (PPI) registraram deflação de 2,80%, em linha com o esperado.