segunda, 06 de dezembro de 2021
Reorganização societária

Acionistas controladores da Intelbras (INTB3) vendem 4,6 milhões de ações para estrangeira Dahua

Operação permite que a Dahua reestabeleça o percentual de participação mínima de 10%

21 outubro 2021 - 09h06Por Redação SpaceMoney

Na quarta-feira (20), a Intelbras (INTB3) comunicou aos seus acionistas e ao mercado em geral que os controladores da companhia  — a família Freitas — firmaram um contrato de compra e venda (CCV) de ações da empresa com a Dahua, especializada em produtos e serviços de vigilância por vídeo.

A família Freitas se comprometeu a vender 4.600.001 ações ordinárias de emissão da companhia, correspondentes a 1,4% de seu capital social.

A companhia esclarece que o contrato foi assinado em virtude de exercício, pela Dahua, do direito que estabelece que, se no contexto de uma oferta pública inicial de ações da Intelbras, a Dahua passasse a deter menos do que 10% do capital social da empresa, a estrangeira teria, então, o direito de adquirir dos acionistas da Família Freitas o número necessário de ações de emissão da Companhia para restabelecer sua participação mínima.

E, assim, os acionistas da Família Freitas teriam a obrigação de transferir tais ações para a Dahua, proporcionalmente à sua participação no capital social da
companhia.

Após o fechamento da operação, os acionistas controladores da Intelbras passarão a ter, em conjunto, 209.928.391 ações de emissão, representativas de 64,1% do seu capital social. Já a Dahua terá 32.761.111 ações, equivalentes à 10% do seu capital social.

Os acionistas da companhia e a Dahua destacaram que o fechamento da transação prevista no contrato de compra e venda de ações está sujeito à satisfação de condições precedentes a esse tipo de operação, inclusive a aprovação pelas relevantes autoridades de revisão da China.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content