domingo, 14 de agosto de 2022
Aquisição estratégica

3R Petroleum (RRRP3) pode pagar até US$ 72,3 milhões para adquirir 100% de Duna Energia

Contrato foi firmado na última segunda-feira (30)

31 agosto 2021 - 11h10Por Redação SpaceMoney

De acordo com fato relevante divulgado aos seus acionistas e ao mercado em geral, a 3R Petroleum (RRRP3) informa que firmou contrato, na última segunda-feira (30), para adquirir 100% do capital social da Duna Energia, anteriormente detido pelo BTG Pactual (BPAC11) e demais acionistas.

Segundo a companhia, o valor da transação pode alcançar US$ 72,3 milhões.

Do montante, US$ 13 milhões seriam pagos via transferência e convertidos para real conforme taxa de câmbio publicada pelo Banco Central do Brasil (PTAX), verificada no dia útil anterior à data de fechamento da aquisição;

Outros US$ 36,3 milhões, convertidos para real pela mesma taxa mencionada acima de 2 dias úteis anteriores ao fechamento do contato, seriam pagos via emissão de ações da 3R, com valor equivalente a R$ 42,00 por ação.

As ações serão subscritas e integralizadas com o controle acionário da Duna Energia, por meio de incorporação de ações.

Leva-se em conta ainda uma parcela contingente de até US$ 7 milhões, caso o preço médio diário de referência Brent entre 02 de agosto de 2021 e 31 de dezembro de 2023 seja superior a US$ 55 por barril.

Para fins de cálculo, será devido o pagamento de US$ 4,66 mil para cada US$ 0,01 por barril de Brent Médio no período pré-estabelecido que supere o Brent Mínimo, limitado a US$ 7 milhões;

E, por fim, uma parcela contingente de até U$S 16 milhões, caso seja apurado um volume de reservas certificadas 2P nos Campos de Ponta do Mel e Redonda superior ao montante de 9 milhões de barris de óleo, subtraído da produção de óleo aferida a partir da conclusão da referida
aquisição (“Reservas-Base”).

A compra da Duna Energia pela 3R Petroleum ainda carece de aprovações do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e da Assembleia Geral de Acionistas da Duna Energia.

A Duna Energia detém e opera os campos de produção onshore de Ponta do Mel e Redonda, localizados na Bacia Potiguar.

Em 15 de julho de 2020, a Petrobras anunciou a conclusão da venda da totalidade da participação dos referidos campos, equivalente a 10% dos direitos econômicos, por US$ 7,2 milhões, sendo que 90% dos direitos econômicos sobre tais campos já eram detidos pela Central Resources à época da venda.

No primeiro semestre de 2021, a produção média de petróleo conjunta dos campos
de Ponta do Mel e Redonda foi de 475 barris por dia.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: