Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Dólar, Yen e Euro são as preferidas

Renda fixa em moeda estrangeira pode trazer boas oportunidades para investidor, afirma Emmanuel Roma

CEO global da Pimco afirmou na Expert XP 2021 que as pessoas precisam ter paciência, esperar por oportunidades e pensar fora da caixa

31 agosto 2021 - 14h26Por Redação SpaceMoney

No último dia da Expert XP 2021, realizado durante a semana passada, Emmanuel Roman, CEO global da Pimco, gestora de investimentos com US$ 2,3 trilhões sob gestão, conversou com a economista-chefe da Rico, Rachel Sá, e a estrategista de Renda Fixa da XP, Camilla Dolle, sobre a atual conjuntura para o mercado de renda fixa global. 

No atual cenário de taxas de juros comprimidas, as pessoas começam a se perguntar onde encontrar oportunidades em renda fixa. Segundo o executivo, as pessoas precisam ter paciência e esperar por oportunidades ou pensar fora da caixa, à procura de créditos selecionados ou alguns mercados emergentes. 

Quanto à composição das carteiras, o gestor acredita que é necessário montar portfólios “tendo em mente o retorno esperado”. Roman acredita que a diversificação da alocação entre países distintos garante melhor desempenho e melhor gerenciamento de risco.

Tendo como referência um investidor brasileiro, há necessidade de se distanciar em partes da moeda local. Destacou como moedas de preferência “dólar e yien, e um pouco menos de euro”. Além disso, lembrou que, no último ano, a estratégia de compra de créditos do Oriente Médio se mostrou bastante assertiva.

Pós-pandemia

Em razão da pandemia de Covid-19, algumas indústrias afetadas serão transformadas para sempre, acredita o executivo. Outras deverão ter uma retomada fantástica. Como destaques positivos, cita hotéis, mercado de luxo e companhias aéreas.

Ele também mencionou dúvidas em relação aos países emergentes, como África do Sul, ou a própria China. De acordo com ele, as empresas de economia chinesas, ainda não está claro se os ativos já foram sido excessivamente penalizados pela intervenção do governo no setor, ou poderão cair ainda mais.

ESG

Na ocasião, o CEO da Pimco defendeu a importância crescente dos filtros ESG para a construção de um portfólio eficiente, que visa maximizar a expectativa de retorno com o menor nível de risco possível. "No caso de ativos de empresas com alto impacto ambiental, pode não ter muita gente que queira comprá-los”, disse. “O clima é um problema real”, afirma.

Com informações de Research XP.

 

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: