Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
Commodities

BofA reduz projeção de preço para minério de ferro: US$ 80 por tonelada

A previsão de preço da commodity feita pelo banco passou de US$ 189/t para US$ 161/t em 2021 e de US$ 165 para US$ 91/t em 2022

22 setembro 2021 - 14h46Por Investing.com

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O Bank Of America (BofA) acredita que o minério de ferro deva ser negociado a um custo marginal de US$ 80 por tonelada, considerando que a China cortou em mais de 10% a produção na estimativa para o segundo semestre de 2021.

Ainda assim, a previsão de preço da commodity feita pelo banco passou de US$ 189 para US$ 161/t em 2021 e de US$ 165 para US$ 91/t em 2022.

A expectativa é que a produção de aço na China caia 1,4% no próximo ano, por isso o BofA reduziu a previsão de crescimento do PIB do país para 8%, 5,3% e 5,8% em 2021, 2022 e 2023.

Em relação ao alumínio, o banco se mantém positivo sobre os fundamentos.

Isso porque os produtores chineses estão enfrentando restrições de eletricidade e limite de capacidade auto-imposto de 45Mt, ao mesmo tempo em que fundidoras de outros países estão resistentes em aumentar a produção.

Assim, segundo o relatório, por mais que haja uma expectativa de retração no curto prazo, a tendência é positiva para 2022 e 2023, com o preço chegando a US$ 3.500/t.

Já em relação ao cobre, a previsão é que o preço fique em US$ 9.875/t no próximo ano. Os fundamentos devem se fortalecer somente depois de 2025, já que, por mais que os estoques estejam baixos no momento, essa não parece ser uma tendência que será mantida.

Vale 

O Bank of America também reduziu a sua classificação sobre as ações da Vale (SA:VALE3)para Neutra, mesmo que ainda não considere as ações caras. A mudança tem como justificativa a previsão de redução no PIB chinês no quatro trimestre, o que deve reduzir a possibilidade de lucro da empresa.

Os papéis da mineradora brasileiras operavam em alta de 3,12% a R$ 86,74 às 14h33 na B3, com uma queda acumulada de 1,32% nos últimos 7 dias e uma alta de 56,3% nas últimas 52 semanas.

Já as ADRs negociadas em Nova York subiam 3,24% a US$ 16,39.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: