domingo, 05 de dezembro de 2021
Aquisição

Analistas avaliam como positiva a venda das lojas da Extra Hiper do GPA (PCAR3) para Assaí (ASAI3)

Acordo prevê a conversão de 71 lojas Extra Hiper para Assaí

15 outubro 2021 - 12h59Por Investing.com

Por Ana Beatriz Bartolo, da Investing.com - O GPA (SA:PCAR3) e o Assaí (SA:ASAI3) fecharam um acordo que prevê a conversão de 71 lojas Extra Hiper para Assaí. A bandeira será descontinuada e o GPA receberá R$ 5,2 bilhões com o negócio. A aquisição foi bem interpretada pelos analistas, que enxergam a ação como um bom movimento das empresas para as suas respectivas estratégias de expansão.

De acordo com o que foi anunciado, o Assaí pagará R$ 4 bilhões ao GPA em parcelas entre dezembro deste ano e janeiro de 2024. Outros R$ 1,2 bilhão serão pagos ao GPA, relativos a 17 das 71 propriedades, por um fundo imobiliário que depois irá alugar os espaços para o Assaí.

O Goldman Sachs indica o preço-alvo para o Assaí em R$ 23 e para o GPA, em R$ 36. Já a recomendação da Mirae Asset é de compra dos dois ativos, com o GPA a preço justo de R$ 42,59 e o Assaí, de R$ 28,85.

Mais especificamente sobre o GPA, o BB Investimentos elevou a sua indicação para compra, com preço-alvo para R$ 44,50.

Com o acordo, tanto a Mirae Asset quanto o Goldman Sachs (NYSE:GS) esperam que o GPA tenha um forte reforço de caixa e distribua bons proventos aos seus acionistas. A estratégia do GPA, de acordo com a Mirae Asset, é focar na expansão de segmentos de maior rentabilidade, como o premium e de proximidade com as bandeiras Pão de Açúcar, Minuto e Mercado Extra.

O BB Investimentos destaca que o CEO do grupo, Jorge Faiçal, disse em videoconferência nesta sexta-feria (15) que o negócio é uma forma da empresa se antecipar ao movimento de gradual desidratação do formato Hiper diante da migração dos clientes pessoa física a um modelo cash&carry de loja, que vem atraindo cada vez mais os consumidores.

Já o Assaí tem a expectativa de elevar o faturamento anual dessas novas lojas de R$ 8,9 bilhões para R$ 25 bilhões. A aquisição amplia a geração operacional de caixa da companhia, que poderá normalizar rapidamente a sua estrutura de capital, segundo a Mirae. A XP Investimentos destaca que esse negócio também vai impulsionar a sua estratégia de expansão para várias capitais brasileiras e grandes cidades, com pouca ou nenhuma sobreposição de lojas, e também vai ampliar o seu contato com pessoas físicas e canais B2B.

Porém, a XP alerta que a governança pode ser vista como um problema, pois o acordo envolve partes relacionadas e não estará sujeita à aprovação dos acionistas minoritários, o que pode levar os investidores a aplicarem um desconto de governança aos múltiplos atuais do Assaí.

Às 12h11, as ações do GPA disparavam 15,46%, a R$ 31,96, enquanto as da Assaí recuavam 4,87%, a R$ 16,99.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content