quarta, 19 de janeiro de 2022
Métodos contra o coronavírus

Covid-19: Manaus anuncia redução do intervalo entre doses de vacinas

Reforço pode ser aplicado 5 meses após segunda dose (ou dose única)

03 novembro 2021 - 18h44Por Agência Brasil
 - Crédito: Mufid Majnun via Unsplash

Por Jonas Valente, da Agência Brasil - A prefeitura de Manaus anunciou que irá reduzir o intervalo entre doses de vacinas usadas na campanha de imunização contra a covid-19. No caso da Pfizer-BioNTech, o intervalo será de 21 dias, conforme a bula do medicamento.

Já o imunizante da Oxford/AstraZeneca terá o intervalo diminuído para quatro semanas, conforme orientação do Ministério da Saúde. Nos dois casos, os intervalos anteriores eram de 84 dias.

A dose de reforço poderá ser aplicada cinco meses após a segunda dose (ou dose única no caso da Janssen). Anteriormente, a orientação era aguardar pelo menos seis meses para ministrar essa nova dose em idosos e profissionais de saúde.

Com essa redução, a prefeitura tem utilizado seus canais de comunicação para estimular que as pessoas com a primeira dose possam completar o ciclo vacinal, tendo maior proteção contra o novo coronavírus.

Segundo a prefeitura de Manaus, até o momento a capital possui 89% da população já vacinada com a primeira dose e 66% com a segunda dose.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content