Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Recomendação

Analistas reiteram "compra" para Hypera após resultados do 1T

Perto das 13h35, o papéis da companhia caíam 2,02%, a R$ 34,96

26 abril 2021 - 13h35Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com - Os analistas do Safra, do BTG Pactual (SA:BPAC11) e da Mirae mantivem a recomendação de Compa para a Hypera (SA:HYPE3) após a companhia apresentar lucro líquido de R$ 305,1 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 28,1% ante o mesmo período do ano passado.

Perto das 13h35, o papéis caíam 2,02%, a R$ 34,96, com alta acumulada de 10,23% nos últimos trinta dias e de 24% nas últimas 52 semanas.

Para os analistas do Safra Asset, o resultado mostra que o crescimento orgânico da empresa tem ganhado força, enquanto a incorporação dos ativos do Buscopan e da Takeda deram um impulso extra para o crescimento da receita.

Eles destacaram o forte controle de gastos, reduzindo despesas relacionadas a viagens e visitas médicas, um impacto positivo de curto prazo que esperam que continue após o alívio da pandemia.

O banco de investimentos também espera que a Hypera cumpra as vendas de R$ 5,9 bilhões e o guidance de EBITDA de R$ 2 bilhões para 2021, à medida que aumenta os investimentos e seu pipeline de inovação e extensão da marca.

Eles mantiveram a recomendação de Compra, com preço-alvo de R$ 45.

Já os analistas do BTG Pactual, os resultados foram fortes e em linha com o esperado.

Segundo eles, em relatório, as recentes aquisições do Buscopan e da Buscofem, o portfólio de medicamentos OTC e de prescrição da Takeda agregam valor ao modelo e permanecem a base da postura positiva do banco de investimentos sobre o nome.

Para os analistas, a Hypera é uma opção, junto com varejistas de alimentos, para investidores que buscam exposição a mais resiliência no setor de consumo e varejo no curto prazo em meio a uma perspectiva mais volátil para ações de crescimento.

Eles também mantiveram a recomendação de Compra, com preço-alvo de R$ 42.

Os analistas da Mirae Asset, por sua vez, apontaram que os resultados vieram acima da expectativa, já refletindo as aquisições da Takeda e Buscopan e dos impactos das promoções no período.

Eles mantiveram a recomendação de Compra, com preço-alvo de R$ 43,05, com expectativa de que, com a reabertura da economia, após o último lockdown, as vendas aumentem nos próximos meses.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: