Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile

Petrobras e Braskem avançam; estatal deve vender fatia na petroquímica até 2021

25 maio 2020 - 17h14Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Na parte final da sessão desta segunda-feira, as ações da Petrobras (SA:PETR4) e da Braskem (SA:BRKM5) operam com valorização. A companhia informou que pretende se desfazer de toda sua participação na petroquímica por meio de operação no mercado de capitais, reiterou o presidente da petroleira estatal, Roberto Castello Branco, ao projetar que o negócio pode ocorrer até o começo do ano que vem. Com isso, por volta das 16h30, os ativos somavam 4,71% a R$ 19,55 e de 1,65% a R$ 26,42. “Acreditamos que seja viável até o final do ano, se não, no início do ano que vem, vender essa participação”, disse o executivo, ao participar de transmissão ao vivo da Genial Investimentos. O caminho para viabilizar o desinvestimento passa pela migração da Braskem ao Novo Mercado da bolsa B3, com conversão de todas ações da empresa em ordinárias, o que já é alvo de conversas entre a Petrobras e a Odebrecht, sócia da estatal na petroquímica e detentora de 50,1% das ações com direito a voto. “Não há sentido nenhum em a Petrobras ser sócia da Braskem. Primeiro, a Petrobras não é fundo de investimento. Nós não operamos a Braskem, temos apenas participação acionária”, apontou Castello, ao justificar o desinvestimento. A petroleira tem buscado nos últimos anos vender diversos ativos para reduzir dívidas e focar a atuação na exploração e produção em águas profundas e ultraprofundas. REVISÃO DE PORTFÓLIO Agora, em meio aos impactos da pandemia de coronavírus, que reduziu brutalmente a demanda por combustíveis, derrubando os preços do petróleo no mercado internacional, a Petrobras também passou a conduzir uma reavaliação de sua carteira de projetos. “Estamos fazendo uma revisão completa do portfólio de projetos, uma espécie de ‘stress-test’. Para ver quais podem ser executados, outros que podem ser, mas dependerão de reestruturação, e aqueles que vão ser postergados ou até cancelados definitivamente”, explicou Castello.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: