terça, 30 de novembro de 2021
IRB prejuízo

IRB: ações em forte queda após prejuízo de R$ 229,8 milhões no 3º trimestre

04 novembro 2020 - 11h03Por Investing.com

Por Ana Julia Mezzadri, da Investing.com - As ações do IRB Brasil (SA:IRBR3) operavam em forte baixa na manhã desta quarta-feira (4) depois de a empresa ter reportado prejuízo líquido de R$ 229,8 milhões no terceiro trimestre, acima do valor de um ano antes, de R$ 19,7 milhões. O número, porém, representa alta em relação ao 3T19, que viu prejuízo de R$ 685,1 milhões.

Às 10h51, os papéis eram negociados em baixa de 3,75%, a R$ 6,16. Desde a abertura, a ação teve R$ 6,08 de mínima e R$ 6,47 de máxima, com R$ 123,73 milhões em volume negociado. O Ibovespa, por sua vez, operava em alta de 1,27%, aos 97.193 pontos.

Na visão do Safra, o resultado apresentado pelo IRB Brasil foi fraco, “ainda impactado por negócios descontinuados que registraram índices de sinistros extremamente altos”. Porém, o banco reconhece que os números, ainda que negativos, mostram certa recuperação. Por considerar cedo para saber se os ajustes no resultado já passaram, o banco mantém recomendação Neutra para as ações, com preço-alvo de R$ 7,80.

Para o Safra, os principais pontos positivos para as ações do IRB são a baixa penetração dos negócios de seguros no Brasil; a posição de líder no segmento de resseguros; o fluxo de receitas diversificado entre os setores; e o fato de o IRB ser controlado pelos maiores bancos do Brasil.

Os maiores riscos, por outro lado, são uma queda acentuada na Selic; o ambiente competitivo; um aumento na taxa de sinistros e perdas; e o risco político envolvendo golden share.

Balanço

De julho a setembro, os prêmios emitidos somaram 2,976 bilhões de reais, marginalmente abaixo do mesmo período de 2019, mas acima dos 2,543 bilhões de reais no trimestre anterior.

O índice de sinistralidade total alcançou 96,2%, de 90,5% no mesmo intervalo do ano passado e de 135,3% no segundo trimestre deste ano.

O retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) ficou negativo em 20%, também mostrando piora na comparação com igual intervalo do ano passado (-1,9%), mas recuperação frente aos três meses imediatamente anteriores (-83,3%).

O IRB Brasil RE disse que, após a capitalização concluída em agosto de 2020, terminou o terceiro trimestre de 2020 com excesso de capital regulatório de 1,5 bilhão, o que equivale a um índice de solvência regulatória de 182,4%, ao mesmo tempo em que o índice de solvência total da alcança o patamar de 259,5%.

Em 30 de setembro, o desenquadramento total da liquidez regulatória somou 1,97 bilhão de reais, excluindo captação de debêntures de 597 milhões de reais em outubro e já em caixa, nem 793 milhões de reais em conta remunerada em dólares no exterior, utilizados para garantir as provisões das cedentes do exterior.

Com colaboração da Reuters

Veja os fatores que influenciam os mercados hoje

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content