Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Oferta pública inicial

Trocafone pede registro de IPO na Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

Receita líquida da companhia cresceu 16,3% no primeiro trimestre deste ano em comparação ao período de janeiro a março de 2020

02 junho 2021 - 14h28Por Redação SpaceMoney

Na tarde desta quarta-feira (2), a Trocafone, empresa líder na compra e venda de smartphones e tablets seminovos no Brasil e América Latina, registrou pedido de oferta pública de ações (IPO, da sigla em inglês) junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Trocafone se define como uma empresa que "nasceu da real necessidade das pessoas e da sociedade em fomentar a inclusão digital por meio de uma cultura que preze pelo padrão de consumo sustentável e de qualidade, e por uma forma de viver mais consciente, alinhado com os princípios de economia compartilhada".

O valor a ser precificado e a quantidade de ações oferecidas na distribuição primária da oferta serão divulgados posteriormente.

No prospecto preliminar, a Trocafone reportou que sua receita líquida cresceu 16,3% no primeiro trimestre de 2021, para R$50.166 mil, quando comparado a igual período do ano passado.

O lucro bruto foi de R$16.535 mil no primeiro trimestre de 2021, uma queda de 17,8% quando comparado a igual período do ano passado.

No 1T21, o EBITDA foi negativo em R$3.253 mil, com margem EBITDA de -6,9%, comparado com um EBITDA negativo de R$1.662 mil no 1T20 (com margem EBITDA de -5,2%).

O EBITDA Ajustado foi negativo em R$3.242 mil no 1T21 e negativo em R$1.627 no 1T20.

Coordenam a oferta Itaú BBA, BTG Pactual, Goldman Sachs e UBS Brasil BB

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: