sábado, 04 de dezembro de 2021
Renda

Inflação dos pobres, INPC sobe 0,02% em junho e acumula 3,31% em 12 meses

10 julho 2019 - 10h33Por Angelo Pavini
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que calcula a inflação para famílias com renda de até cinco salários mínimos, teve variação de 0,01% em junho, 0,14 p.p. abaixo da taxa de maio (0,15%). A variação acumulada no ano ficou em 2,45% e o acumulado dos últimos doze meses recuou para 3,31%, abaixo dos 4,78% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores, reflexo da saída dos preços de junho do ano passado, quando a greve dos caminhoneiros fez disparar o custo de alimentos e combustíveis. Em junho de 2018, a taxa fora de 1,43%. A variação do INPC ficou igual à do IPCA, que segue a mesma metodologia de coleta e cálculo e também é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A diferença é a cesta de produtos pesquisada e os pesos, já que o IPCA considera famílias com renda de até 40 mínimos, que têm outro padrão de consumo. Alimentos e Transportes, por exemplo, pesam mais no INPC do que no IPCA. Os produtos alimentícios (-0,18%) recuaram em junho, embora menos intensamente que no mês anterior (-0,59%). O agrupamento dos não alimentícios ficou com variação de 0,09%, enquanto em maio havia registrado 0,48%.

A única razão para poupar dinheiro é investi-lo. Clique aqui e abra sua conta na Órama

A região metropolitana de Vitória (0,56%) teve a maior variação entre as localidades pesquisadas, por conta do item energia elétrica (4,80%). O menor índice foi de São Luís (-0,42%), influenciado pela queda nos preços do tomate (-6,91%) e das carnes (-2,21%). O post Inflação dos pobres, INPC sobe 0,02% em junho e acumula 3,31% em 12 meses apareceu primeiro em Arena do Pavini.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content