Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
Ibovespa

Ibovespa perde mais de 1%, puxado pelas bolsas de NY; dólar tem alta e fica a R$ 5,53

19 agosto 2020 - 17h35Por Redação SpaceMoney

Ibovespa

O Ibovespa, principal índice acionário da B3, a bolsa brasileira, encerrou o pregão desta quarta-feira (19) em baixa. As perdas foram ampliadas depois da divulgação da ata da última reunião do Fed, o banco central americano, às 15h00.

Ao final da sessão, o índice teve queda de 1,19%, aos 100.853 pontos.

O dólar, por sua vez, subiu. A moeda estadunidense teve valorização de 1,13%, cotada a R$ 5,530.

Veja os fatores que influenciaram os mercados hoje:

Mercados internacionais

Ásia (encerrados)

  • Nikkei 225 (Jap): 0,26% ↑
  • Shangai Composite (Chi): 1,24% ↓

Europa (encerrados)

EUA (encerrados)

Confira como os índices brasileiros operaram hoje

EUA x China

Após cortar o acesso de empresas chinesas a microchips norte-americanos, o presidente Donald Trump disse que não quer manter conversas com representantes de Pequim no momento. Ele também afirmou que adiou negociações com a China e não há reuniões marcadas para o futuro.

Nos EUA

Os investidores reagem à divulgação da ata da última reunião do comitê de política monetária do Federa Reservel, por conta de novas pistas sobre os próximos passos da política econômica dos Estados Unidos. Enquanto isso, apesar de indicações de que os democratas devem remodelar a proposta, segundo a líder Nancy Pelosi, o pacote de estímulos aos desempregados durante a pandemia permanece empacado no Congresso.

Dados econômicos

Na Ásia, novos dados sobre as exportações japonesas deram o tom aos mercados. Elas recuaram 19,2% em julho, uma melhora na comparação com junho, quando o tombo foi de 26,2%. Por outro lado, houve aumento de 8,2% nas exportações para a China. Na Europa, os novos números são sobre a inflação: com aceleração de 0,4% no mês no bloco, refletem a retomada econômica no Velho Continente.

Em Brasília

Após acenar ao mercado e garantir tanto a sua permanência no governo quanto o teto fiscal, o ministro da Economia, Paulo Guedes, teve uma reunião hoje com o líder do governo na Câmara, o deputado Ricardo Barros. Enquanto isso, o presidente Jair Bolsonaro se reuniu com Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: