Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
ações

Catalisador das ações de shoppings é o crescimento das vendas no varejo

08 janeiro 2020 - 12h14Por Eduardo Guimaraes
A Iguatemi (IGTA3) comunicou ao mercado a aquisição de 47 por cento de participação da Maiojama Participações, empresa detentora de 14 por cento do Shopping Iguatemi Porto Alegre por 120 milhões de reais. A compra também envolveu a torre Iguatemi Business (anexa ao shopping) e a Administradora gaúcha (empresa responsável pela administração do empreendimento). Além disso, a companhia de shoppings explicou que ambas empresas "já desenvolveram parcerias em diversos empreendimentos imobiliários, tanto em shopping centers (Shopping Iguatemi Porto Alegre, Praia de Belas Shopping Center e Shopping Iguatemi Caxias), como em projetos comerciais e residenciais no entorno dos empreendimentos". Após a operação, a Iguatemi passou a deter 42,58 por cento (através de participações diretas ou indiretas) dos ativos listados acima. O shopping Iguatemi Porto Alegre possui 63,4 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL).

E Eu Com Isso?

A notícia é positiva para a Iguatemi (IGTA3) e para a Jereissati Participações (JPSA3) pois gera valor para os seus acionistas no longo prazo. Entretanto, esperamos impacto neutro no preço das ações no curto prazo, devido ao reduzido tamanho da aquisição, com aumento inferior a 1 por cento na área bruta locável (ABL) própria total da Iguatemi. Acreditamos que a companhia continuará preocupada em expandir de forma direta ou indireta sua ABL em ativos com potencial de crescimento. Ressaltamos que a aquisição da participação adicional no shopping é bastante rentável, já que a Iguatemi conhece bem o ativo e passará a ser o administrador do Shopping Iguatemi Porto Alegre. O principal catalisador das ações de empresas de shopping centers é o crescimento das vendas no varejo restrito. Segundo a pesquisa mensal do comércio do IBGE as vendas no varejo acumulam alta de 1,8 por cento no acumulado de janeiro a outubro de 2019 Para 2019, até outubro, a pesquisa mensal do comércio do IBGE informa alta de 1,8 por cento nas vendas no acumulado de janeiro a outubro de 2019. A projeção de crescimento das vendas de varejo é de crescimento de cerca de 2 a 2,5 por cento 2020.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: