Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
Blue3 - Cotações
Blue3 - Cotações Mobile
futuro Ibovespa

Futuros do Ibovespa seguem Wall St. e começam a semana em alta

27 julho 2020 - 09h45Por Investing.com

Por Gabriel Codas - Investing.com - O índice futuro do Ibovespa inicia a sessão desta segunda-feira com ganhos de 0,3% aos 102.765 pontos - com máxima em 103.365 pontos - às 09h22, com o dólar recuando 0,49% a R$ 5,2097.

O mercado começa de forma positiva seguindo os futuros de Wall Street, com expectativa para um novo pacote de estímulo para a maior economia do planeta. O programa deve conter novos pagamentos de US$ 600 para cada cidadão desempregado, o que pode levar a um total de US$ 1 trilhão.  Outro fator positivo para o dia é que dados da economia chinesa vieram acima do esperado.

No Brasil, a temporada de balanços ganha tração nesta semana. Além disso, os investidores monitoram avanço da reforma tributária, cujo trâmite no Congresso pode ser prejudicado pela rota de colisão entre os presidentes da duas Casas - Rodrigo Maia (DEM-RJ) da Câmara e Davi Alcolumbre (DEM-AP) do Senado. O bom relacionamento entre os dois foi importante para a aprovação das pautas reformistas e da agenda liberal, segundo a Capital Research. No entanto, o fim do seus mandatos a frente das Casas e a campanha de sucessão, além das eleições municipais, estremeceram o diálogo entre Maia e Alcolumbre.

- Cenário Interno

Covid-19

O Brasil registrou neste domingo 24.578 novos casos de coronavírus, chegando a um total de 2.419.091 infecções, e mais 555 óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva a contagem total de mortes a 87.004, informou o Ministério da Saúde.

O número deste domingo interrompe a sequência de quatro dias com registros diários acima de 50 mil casos, mas os finais de semana costumam ter menos notificações do que os dias úteis.

Na última semana, o Brasil teve um recorde na quarta-feira, com mais de 67 mil casos registrados em um único dia, depois de um problema técnico enfrentado por Estados para o registro de casos no fim de semana passado e também após o ministério publicar uma portaria que passou a exigir a notificação de testes realizados por qualquer laboratório do Brasil.

A prefeitura do Rio de Janeiro decidiu cancelar a tradicional festa de Réveillon em Copacabana, que anualmente reúne cerca de 3 milhões de pessoas na orla da cidade, por conta da epidemia de Covid-19.

“Com relação ao Réveillon, esse modelo tradicional que conhecemos e que praticamos na cidade há anos, assim como o carnaval, não é viável neste cenário de pandemia, sem a existência de uma vacina” , informou a Riotur , empresa de turismo do Rio de Janeiro.

- Cenário Externo

Alemanha

O sentimento empresarial na Alemanha continuou a se recuperar em julho de seu maior declínio em décadas, com as empresas esperando que a maior economia da Europa se recupere do choque do coronavírus — desde que seja evitada uma segunda onda de infecções.

O instituto Ifo disse nesta segunda-feira que seu índice do clima empresarial subiu para 90,5 em julho, ante uma leitura de 86,3 em junho. Esse foi o terceiro salto consecutivo e uma leitura acima do esperado.

“A economia alemã está se recuperando passo a passo”, disse o presidente do Ifo, Clemens Fuest, acrescentando que as empresas estão notavelmente mais satisfeitas com a situação atual dos negócios.

Economia Alemã

A economia alemã está se recuperando e pode continuar a fazê-lo no segundo semestre do ano, apoiada pelas medidas de estímulo fiscal adotadas pelo governo em resposta ao surto de coronavírus, informou o Bundesbank, banco central do país, nesta segunda-feira.

“Na segunda metade do ano, a recuperação econômica pode continuar”, disse o banco central alemão em seu relatório mensal. “O recente pacote de estímulos também contribuirá para isso.”

O banco central alemão também disse esperar que a desaceleração global no comércio relacionada à pandemia reduza o superávit em conta corrente de grandes dimensões do país.

China

Os índices acionários da China fecharam em alta nesta segunda-feira após dados mostrarem que a recuperação econômica do país continua a ganhar força, embora as tensões com os Estados Unidos tenham limitado os ganhos.

Os lucros das empresas industriais da China subiram em junho pelo segundo mês seguido e no ritmo mais rápido em mais de um ano, ampliando os sinais de que a recuperação econômica da crise do coronavírus está ganhando força. Entretanto, autoridades alertaram para a contínua incerteza.

A China informou nesta segunda-feira que assumiu o comando das instalações do consulado dos EUA na cidade de Chengdu após terminar o fechamento do local em retaliação à determinação de fechamento de seu consulado em Houston.

BOLSAS INTERNACIONAIS

Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,16%, a 22.715 pontos.  Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,41%, a 24.603 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,26%, a 3.205 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,51%, a 4.528 pontos.

Os mercados europeus operam sem um rumo claro nesta segunda-feira, com DAX, de Frankfurt, somando 0,17% aos 12.860 pontos, enquanto que em Londres, o FTSE cede 0,20% aos 6.111 pontos. Já em Paris, o CAC recua 0,24% aos 4.944 pontos.

Em Nova York, o S&P 500 Futuros era negociado em alta de 0,53%, o Nasdaq Futuros subia 0,95%, e o contrato Dow Futuros subia 0,43%.

COMMODITIES

A jornada de abertura da última semana de julho teve como principal característica o recuo dos preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são negociados na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China. O ativo com o maior volume de operações, com data de vencimento no mês de setembro do presente calendário, perdeu 1,99% a 814,50 iuanes por tonelada, o que representa variação de 16,50 iuanes em relação aos 831,00 iuanes de sexta-feira.

No mesmo sentido, a sessão desta segunda-feira foi positiva para as cotações futuras dos papéis do vergalhão de aço, que são transacionados na bolsa de mercadorias da também chinesa cidade de Xangai. O contrato com mais liquidez, com vencimento em outubro deste ano, cedeu 46 iuanes para 3.723 iuanes para cada tonelada. Já o segundo mais negociado, de janeiro de 2021, caiu 48 iuanes para 3.572 iuanes por tonelada.

No caso do petróleo, o começo da semana é positivo para os preços. Em Londres, o barril do tipo Brent soma 0,37%, ou US$ 0,16, a US$ 43,94. Já em Nova York, o WTI tem ganhos de 0,41%, ou US$ 0,17, US$ 41,46.

MERCADO CORPORATIVO

­- AES Tietê

O BNDES recebeu oferta da norte-americana AES para a compra de sua fatia na elétrica AES Tietê, que também foi alvo de interesse recente da Eneva (SA:ENEV3), e a proposta a princípio foi bem vista pelo banco estatal, disseram à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto.

A Eneva informou na quinta-feira passada que fará uma oferta de em torno de 7,5 bilhões de reais em dinheiro e ações para incorporar a AES Tietê, que é controlada pela AES, desde que tenha apoio do BNDESPar, que tem uma fatia importante na empresa de energia renovável.

O movimento da Eneva veio após uma primeira proposta de combinação de negócios com a AES Tietê ter sido rejeitada pelo conselho de administração da elétrica em abril.

“Vamos definir isso bem rápido. A ideia é já essa semana... tem duas propostas na mesa: Eneva e AES”, disse à Reuters uma fonte do BNDES, que falou sob a condição de anonimato.

- Hypera (SA:HYPE3)

A farmacêutica Hypera teve crescimento de receita e lucro no segundo trimestre, apesar dos efeitos das medidas de isolamento social sobre a economia, em resultados divulgados pela companhia no final da sexta-feira.

A empresa também divulgou estimativas de desempenho em 2020, que são baseadas nos impactos da epidemia de Covid-19, variações cambiais, maior endividamento e incorporação de resultados da aquisição recente da família de medicamentos Buscopan a seu portfólio.

A Hypera espera ter em 2020 receita líquida de 4 bilhões de reais, ante faturamento de 3,3 bilhões no ano passado, e lucro líquido de operações continuadas de cerca de 1,3 bilhão, alta de 9% sobre 2019.

A companhia afirmou que o resultado do segundo trimestre recebeu impulso de consumidores que correram para farmácias no final do primeiro trimestre para estocar medicamentos isentos de prescrição e similares e genéricos, movimento que não foi totalmente capturado pelo balanço do primeiro trimestre.

- Banco do Brasil (SA:BBAS3)

O presidente-executivo do Banco do Brasil, Rubem Novaes, entregou pedido de demissão ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes, válida a partir de agosto, informou a instituição financeira nesta sexta-feira.

O banco não informou quando o pedido de renúncia foi apresentado e afirmou que ela terá efeitos em agosto, “em data a ser definida”. Um substituto não foi divulgado.

Segundo o BB, Novaes, pediu demissão por entender que o BB “precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

O anúncio acontece em meio aos preparativos para o PIX, sistema instantâneo de pagamentos, e do open banking, ambos projetos liderados pelo Banco Central para ampliar a competição no setor bancário e que devem entrar em vigor no final do ano.

- Energisa (SA:ENGI4)

A Energisa informou que o consumo de eletricidade em regiões atendidas pelas 11 concessionárias de distribuição de energia do grupo recuou em média 5,1% em junho, com baixa de 1,1% no acumulado do primeiro semestre, segundo boletim a investidores divulgado nesta sexta-feira.

Se considerados clientes cativos e livres conectados às distribuidoras, houve queda em todas controladas da companhia, que atuam nas cinco regiões do país, em meio aos impactos da pandemia de coronavírus sobre a demanda.

No segundo trimestre, de abril e junho, a retração do consumo nas distribuidoras da Energisa foi de 4,9%.

“O consumo no trimestre foi afetado principalmente pelas restrições derivadas da pandemia e temperaturas mais amenas no centro-sul e Sudeste”, disse a companhia no boletim.

No recorte por regiões, o pior desempenho em junho foi registrado no Nordeste, com retração média de 10,6% ante mesmo mês do ano anterior.

- Gol (SA:GOLL4)

A agência de classificação de risco S&P rebaixou nesta sexta-feira o rating da Gol na escala global de B- para CCC+, citando maiores riscos de a companhia não conseguir pagar uma dívida de 300 milhões de dólares que vence em agosto.

A agência também colocou a nota da companhia em ‘em desenvolvimento’, dependendo da capacidade da empresa de concluir o refinanciamento da dívida.

“A concretização de novas fontes de financiamento consideráveis está levando mais tempo do que o esperado”, afirmou a S&P em nota.

- Eletrobras (SA:ELET3)

Decisões da Justiça do Trabalho nesta sexta-feira determinaram que a subsidiária da elétrica estatal Eletrobras no Sul do país, Eletrosul, deverá voltar a colocar funcionários em regime de teletrabalho devido a riscos relacionados ao avanço do coronavírus na região.

Em liminares vistas pela Reuters, que atenderam parcialmente pedidos de sindicatos de trabalhadores, a juíza substituta Zelaide de Souza Philippi, da 6ª Vara do Trabalho de Florianópolis, definiu também que a Eletrosul deverá pagar 150 reais a cada empregado para custear despesas com trabalho remoto, como luz, telefone e internet.

As decisões vêm em momento em que a Região Sul, primeira a flexibilizar medidas de isolamento social, assiste a uma ressurgência dos casos de coronavírus, tornando-se um dos mais novos epicentros da pandemia no país.

O Brasil é atualmente o segundo país do mundo em registros de infecções e mortes pelo novo vírus, atrás apenas dos Estados Unidos. O país registra mais de 84 mil óbitos e 2,28 milhões de casos da doença, segundo dados do Mistério da Saúde na quinta-feira.

- Mineração

A Agência Nacional de Mineração (ANM) interditou na quinta-feira três barragens no município de Pontes e Lacerda, no Mato Grosso, após entender que as instalações apresentavam risco iminente de rompimento, informou o órgão regulador em comunicado nesta sexta-feira.

Segundo a ANM, as barragens de mineração pertencem à Cooperativa de Garimpeiros de Pontes e Lacerda (Compel), que será obrigada a realizar obras para redução do risco de ruptura.

A ação veio após alertas do sistema de gestão de barragens da agência na terça-feira, quando as barragens de Campos e Berion entraram no chamado “nível 1” de emergência.

AGENDA DE AUTORIDADES

- Jair Bolsonaro

O presidente da República começa o dia com Café da manhã com Braga Netto, Ministro-Chefe da Casa Civil; Luiz Eduardo Ramos, Ministro-Chefe da Secretaria de Governo da Presidência; e Deputado Vitor Hugo (PSL-GO), Líder do Governo na Câmara dos Deputados. Em seguida, se reúne com o ministro Ramos, além e com a deputada Aline Sleutjes (PSL/PR), Vice-Líder do Governo na Câmara dos Deputados.

Ainda pela manhã, tem encontro com o ministro Jorge Antonio de Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), fechando a primeira metade do dia com reunião com os ministros Braga Neto, Paulo Guedes (Economia), Luiz Eduardo Ramos e com deputado Fábio Faria (PSD-RN).

Na parte da tarde, participa da Solenidade de Posse do senhor André Luiz de Almeida Mendonça, Ministro de Estado da Justiça e Segurança Pública; e do senhor José Levi Mello do Amaral Júnior, Advogado-Geral da União, recebendo em seguida Yossi Shelley, Embaixador de Israel no Brasil.

- Paulo Guedes

- Videoconferência com o assessor especial de Assuntos Institucionais, Esteves Colnago;

- Videoconferência com os secretários especiais;

- Videoconferência com o presidente da República, Jair Bolsonaro;

- Videoconferência com a o secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Roberto Fendt;

- Videoconferência com os secretários especiais de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, e da Receita Federal, José Tostes.

- Videoconferência com os secretários especiais de Produtividade, Emprego e Competitividade, Carlos Da Costa, de Fazenda, Waldery Rodrigues, e o secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida.

(Com contribuição de Reuters)

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Baixe nosso app: