terça, 30 de novembro de 2021
engie tag e petrobras

Engie estuda comprar fatia restante da Petrobras no TAG; ações recuam

18 junho 2020 - 16h24Por Investing.com
Por Gabriel Codas Investing.com - Depois da aquisição da empresa TAG, que era um ativo da Petrobras (SA:PETR4), no ano passado, a Engie (SA:EGIE3) Brasil sinaliza que poderá avaliar a compra de uma fatia de 10% ainda detida pela petroleira estatal no negócio. A companhia está satisfeita com o despenho dos gasodutos. Assim, por volta das 16h20, os papéis perdiam 1,69% a R$ 43,76. O CEO da Engie, Eduardo Sattamini, ao participar de transmissão ao vivo online promovida pelo banco Safra, disse que “a operação está melhor do que a gente esperava, especialmente pelo custo de financiamento mais baixo do que a gente tinha traçado. A gente tem também a oportunidade de comprar os 10% da Petrobras, que está em processo de venda”. Um consórcio entre a unidade da Engie no Brasil, a controladora da companhia na França e o fundo de pensão canadense Caisse de Dépôt et Placement du Québec (CDPQ) chegou a acordo para a compra da TAG em meados do ano passado, em negócio de 8,6 bilhões de dólares. Cerca de 70% do valor da aquisição foi financiado por um grupo de bancos em empréstimo de longo prazo na modalidade project finance. A Engie não divulgou condições do financiamento, mas a Selic, taxa de juros de referência no Brasil, foi reduzida pelo Banco Central na quarta-feira a 2,25% ao ano, uma mínima histórica, em meio à deterioração da economia depois da pandemia de coronavírus. Os impactos negativos das medidas de isolamento adotadas contra o vírus sobre empresas também podem, na visão de alguns, gerar uma tendência de consolidação no setor de energia, com grandes grupos comprando empresas que possam eventualmente enfrentar dificuldades. Questionado durante a transmissão sobe essa possibilidade, Sattamini disse que a empresa está preparada para capturar eventuais oportunidades, inclusive com espaço no balanço, mas ressaltou não ver ainda um movimento forte nesse sentido.
Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content