sexta, 28 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Economia dos EUA

Economia dos EUA desaba no 2º trimestre; pedidos de seguro-desemprego sobem

30 julho 2020 - 10h04Por Investing.com
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022

Por Noreen Burke - Investing.com - A economia dos EUA teve uma contração histórica de 32,9% no segundo trimestre, informou o Departamento de Comércio na quinta-feira, o pior declínio desde a Grande Depressão, uma vez que a pandemia de coronavírus afetou os gastos do consumidor.

Os economistas previam um declínio um pouco maior de 34,1% após uma contração de 5% no primeiro trimestre. Foi a queda mais acentuada na produção desde que o governo começou a manter registros em 1947.

Embora a atividade econômica tenha começado a aumentar em maio, à medida que as restrições destinadas a impedir a propagação do vírus diminuíram, a recuperação arrefeceu em meio a um ressurgimento de casos, particularmente no sul e no oeste do país, o que levou vários estados a interromper ou reverter as medidas de reabertura.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

O Federal Reserve reconheceu na quarta-feira que as perspectivas econômicas dependem da evolução da pandemia. "A atual crise de saúde pública pesará pesadamente sobre a atividade econômica, emprego e inflação no curto prazo, e representa riscos consideráveis ​​para as perspectivas econômicas no médio prazo", afirmou o Fed.

Ao mesmo tempo, o Departamento do Trabalho informou que o número de americanos que solicitaram benefícios iniciais de seguro-desemprego subiu para 1,434 milhões na semana que terminou em 25 de julho, de 1,422 milhão revisado para cima na semana anterior, destacando preocupações com a desaceleração da recuperação econômica.

Foi o segundo aumento semanal consecutivo. O número de reivindicações contínuas, relatadas com atraso de uma semana em relação às solicitações iniciais, aumentou inesperadamente para 17,018 milhões. O valor da semana anterior também foi revisado para 16,151 milhões.

Os relatórios chegam quando milhões de americanos desempregados devem perder um suplemento semanal de US$ 600 por subsídio de desemprego no sábado, quando parte de um pacote histórico de ajuda governamental de quase US$ 3 trilhões expira.

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content