terça, 07 de dezembro de 2021
Investigação Federal

PF deflagra Operação Canal Seguro para investigar diretores da Wiz; papel cai 6%

26 novembro 2020 - 11h42Por Investing.com

Por Ana Carolina Siedschlag, da Investing.com — Os papéis ordinários da Wiz (SA:WIZS3) caíam 6,07% no final da manhã desta quinta-feira (26) após a Polícia Federal cumprir 13 mandados de busca e apreensão na sede da companhia na Operação Canal Seguro, desdobramento da Operação Descarte.

Segundo a PF, a investigação contou com a participação da Receita Federal e do Ministério Público Federal e conseguiu identificar “mais uma organização criminosa dedicada à prática de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, especialmente gestão fraudulenta e desvio de valores de instituição financeira, além de crimes contra a ordem tributária e lavagem de ativos”.

Três dos diretores da companhia teriam praticado atos de gestão fraudulenta e desviado valores que podem chegar a R$ 28,3 milhões, mediante diversas transferências a título de pagamento por prestação de serviços, superfaturados ou que na verdade não foram realizados, informou o órgão. A prática teria ocorrido entre 2014 e 2016

A Wiz declarou, em fato relevante divulgado pouco antes da abertura do mercado, desconhecer qualquer indício da prática dos ilícitos investigados e que “adotará as medidas necessárias para a apuração completa dos fatos alegados”.

Às 11h30, os papéis da companhia eram negociados a R$ 9,29, com mínima de R$ 9,26 e máxima de R$ 9,71. O volume de negociação era de R$ 6,4 milhões e o movimento ia em linha com a queda de 0,27% do Ibovespa, a 109.836 pontos.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content