quarta, 26 de janeiro de 2022
[Square Banner - Mobile Topo 2] [300x250] [mobile] - Assessoria Ipê Investimentos 2022
[SpaceNow Desktop] [200x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
[SpaceNow Mobile] [150x74] [spacenow] - Melhores oportunidades 2022
Imunização

Covid-19: cidade de São Paulo chega a 100% da população adulta vacinada com 2ª dose ou dose única

No total, a capital paulista contabiliza 21.384.227 doses aplicadas em todas as faixas etárias

25 novembro 2021 - 08h52Por Redação SpaceMoney
[Billboard Topo 2] [970x250] [pagina-inicial] - Assessoria Ipê Investimentos 2022

A cidade de São Paulo chegou à marca de 100% da população adulta com o esquema vacinal completo contra a Covid-19 nesta quarta-feira (24), segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

A capital registrou 100,03% das pessoas com mais de 18 anos imunizadas com as duas doses ou dose única da vacina, segundo o secretário da pasta Edson Aparecido.

O total ultrapassa os 100% devido à desatualização do Censo da pasta, utilizado para o cálculo, e também porque houve registro de vacinações de pessoas que não moram no município.

[04] [Square Detalhe Notícia] [300x250] [geral] Melhores investimentos 2022

No total, a capital paulista contabiliza 21.384.227 doses aplicadas em todas as faixas etárias.

Além disso, 844.073 adolescentes de doze a dezessete anos, o que corresponde a 106% da população estimada para essa faixa etária, receberam a primeira dose do imunizante. A segunda dose foi aplicada em 43,8% deste grupo.

Quem tem mais de 18 anos e tomou a segunda dose há pelo menos cinco meses também pode tomar a dose de reforço.

A partir desta quinta-feira, 25, equipes da Secretaria Municipal da Saúde vão às escolas da rede municipal e estadual para aplicar a segunda dose da vacina nos adolescentes. Os pais e responsáveis, porém, devem assinar um documento em que autorizem a imunização.

A Secretaria Municipal de Saúde também pediu ao Ministério da Saúde e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a exigência do passaporte da vacina para estrangeiros. Há preocupação com a entrada dos visitantes no País sem a imunização contra a covid-19 nos próximos meses, com as festas de fim de ano e o carnaval.

Com informações de G1 e IstoÉ.

Deixe seu Comentário

Dicas valiosas sobre investimentos e notícias atualizadas,
cadastre-se em nossa NEWSLETTER!

ou fale com a SpaceMoney: 

Rev Content